2   +   1   =  

CELOFANE E FUMAÇA

O skatista e fotógrafo Jr. Pig tem feito muita gente dar aquela travada no feed do Instagram por conta da qualidade e criatividade do seu trabalho. Um novo ensaio de fotos, cheio de cores, fumaça e boas manobras, chamou atenção de seus seguidores. A gente foi trocar uma ideia com ele pra entender melhor o processo criativo por trás dessas imagens.

“No meio da pandemia, fiquei vários dias sem andar de skate. Tinha papel celofane em casa, aí comecei a fazer umas fotos de objetos, usando o papel colorido, as vezes com com fumaça de cigarro…mostrei pro Balboa, e surgiu a ideia de fazer fotos de skate. Lembramos que lá na Prafinha tinha uma máquina de fumaça.”

O blunt do Finha e tail do Balboa foram as primeiras fotos:

Finha, blunt

Balboa, backside tail

“No início foi difícil. O ambiente aberto fazia com que a fumaça se dispersasse demais, os caras tiveram que manobrar várias vezes. Aí vi o resultado, editei, e chamei outros caras pra fazer mais fotos. Nessa primeira sessão não tinha técnica, era experimentação mesmo. Depois, nas outras vezes, já tinha um pouco mais de ideia e de controle.”

 

“Eu que isso que fiz, dentro da fotografia, não tem nada de inovação. É mais uma forma de incentivar a galera a fazer coisas diferentes, aquela coisa de fazer com o que tem na mão, com as pessoas ajudando. Agradeço a paciência dos caras que se propuseram a fazer parte, pois foi cansativo, muitas repetições, sessões até quase meia noite.”

Luti, heelflip

“Essas fotos são do ano passado, já tem um tempo. Comecei uma outra piração aqui, quanto tiver umas coisas te mostro.”

Por favor.

Siga o Pig no Instagram e dê uma melhorada nesse seu feed.