Classificatórias femininas do Oi STU Open começam nesta quarta

Skate brasileiro inicia Oi STU Open nesta quarta (13) com classificatórias femininas do Park e Street

O skate nacional inicia nesta quarta-feira (13), às 13h, no Rio de Janeiro, a disputa do Oi STU Open, competição que abre a segunda janela classificatória para os Jogos de Tóquio 2020. O dia na Praça Duó (Barra de Tijuca) será de classificatórias femininas no evento que vale como Pro Tour para o Park e como 5 estrelas para o Street.

No Street, Giovana Dias e Ariadne Souza abrem a participação brasileira na primeira bateria, às 13h. Na sequência, 14h10, Rafaela Murbach estará em ação na bateria 2. Karen Feitosa e Karolene Lima entram na terceira bateria, às 15h10. Isabelle Menezes e Giulia Scorza fecham as disputas na bateria 4, com início previsto para as 16h10.

(Fotos: Julio Detefon)

No Park, a primeira bateria, às 13h, contará com Emily Antunes, Erica Leguizamon e Luana Iamamoto. Ana Julia Theodoro e Bia Sodré entram nas disputas da bateria 2, às 14h10. Leticia Gonçalves, Victoria Bassi e Camila Borges encerram a participação brasileira na quarta bateria, a partir das 16h10.

“Estou animada por estar aqui no Rio. Estou revendo minhas amigas do mundo todo. Acho que vai ser legal. A estrutura do evento está grande, não vai ter só o Park, vai ter o Street também. Então acho que vai vir bastante gente para assistir e a vibe vai ficar legal”, destaca Leticia Gonçalves.

As classificatórias masculinas acontecem na quinta-feira (14). No Park, Héricles Fagundes, Pedro Carvalho, Matheus Mello, Italo Penarrubia, Luigi Cini, Augusto Akio, Vi Kakinho, Hugo Montezuma, Micael dos Passos e Felipe Foguinho estarão nas disputas.

No Street, Felipe Gustavo, Ivan Monteiro, Lucas Rabelo, Luan Oliveira, Marcelo Batista, João Lucas Alves, Gabryel Aguilar, Elton Melonio, Lucas Xaparral e Paulo Galera representam o skate brasileiro.

“O Rio de Janeiro é maravilhoso. Já vim para cá alguns anos, tem muito pico na rua. Essa pista aqui da Duó já vim algumas vezes, não só para o campeonato, mas também para andar. É um lugar que tem um clima muito bom, muito divertido, alegre. Então é sempre bom estar de volta aqui no Rio de Janeiro”, completa Luan Oliveira.

Pré-classificados
Os 15 melhores skatistas do ranking mundial da World Skate têm vaga assegurada direto na semifinal, com início a partir de sexta (15) – a regra valerá para todo o segundo ciclo classificatório para as Olimpíadas.

No Park, Dora Varella, Isadora Pacheco, Yndiara Asp, Luizinho Francisco, Pedro Barros, Pedro Quintas, Mateus Hiroshi e Murilo Peres estão entre os 15 primeiros do ranking.

“Minha expectativa para o Rio de Janeiro é que seja mais um campeonato bem-sucedido, que a gente veja de novo mais amizades, a galera junta, a galera do skate torcendo um pelo outro, aquela vibe do skate que todo mundo conhece. Que a gente veja muita gente se dando bem e também que eu me dê bem. Meu preparo está sendo bem grande. Estou treinando bastante na fisioterapia, no funcional e mentalmente também. Estou bem focado para estar de novo na final e que o resultado seja bem melhor que o outro”, Mateus Hiroshi.

No Street, Pamela Rosa, Rayssa Leal, Leticia Bufoni, Gabriela Mazetto, Virginia Fortes Águas, Isabelly Ávila, Kelvin Heofler, Giovanni Vianna e Carlos Ribeiro são os nomes garantidos na semifinal.

“Expectativa a mil. Gosto de andar de skate no Rio de Janeiro e dessa vez não vai ser diferente. Vou fazer o meu melhor, o resultado é consequência”, destaca Isabelly Ávila.

Comissão técnica da CBSk
Integram a comissão técnica da CBSk os consultores técnicos Edgard Vovô (Park) e Rogério Mancha (Street), o coordenador técnico Julio Detefon, os fisioterapeutas Alison Paz e Carlos Barreto, o médico Maurício Zenaide e a psicóloga Juliane Fechio.

Brasil nas Olimpíadas
A partir dos critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 skatistas no total em Tóquio – três no Park feminino, três no Park masculino, três no Street feminino e três no Street masculino.

A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros nas duas janelas classificatórias, seguindo as prerrogativas mencionadas anteriormente.

 


Mais sobre o evento:

Na terça-feira, dia 12, a chuva deu uma trégua na Praça Duó, na Barra da Tijuca, possibilitando a realização do treino dos skatistas que participam da fase classificatória do Oi STU Open 2019. Nomes como Pamela Rosa, Kelvin Hoefler, Pedro Barros, Alex Sorgente, Misugo Okamoto e Sky Brown, que já estão pré-classificados, circularam pelo evento dando uma prévia da competição que começa amanhã, dia 13. Mais de 200 skatistas de 39 países prometem fazer uma prévia do que será a estreia da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. 

Depois de uma garoa leve de manhã, o tempo abriu e os treinos puderam finalmente começar às 11h. Os skatistas foram divididos em baterias e se revezaram nas pistas ao longo do dia. 

Até às 19h os treinos rolaram normalmente, quando começou a chover e as atividades nas pistas foram interrompidas. 

O dia foi animado na Barra e grandes nomes do skate mundial já circulam por aqui. No Park masculino presença de nomes como Pedro Barros, Pedro Quintas, Murilo Peres, Zion Wright e Alex Sorgente. No feminino, Misugu Okamoto, Sky Brown, Yndiara Asp, Dora Varella e Isadora Pacheco também já fizeram check-in na competição.

No street, Rayssa Leal e Pamela Rosa aproveitaram o dia para acompanhar os treinos.  No masculino, Felipe Gustavo foi um dos skatistas que treinaram. Dos estrangeiros, feras como Manny Santiago e Micky Pappa também já estão na área.

“As expectativas são sempre as melhores. Acabamos ficando sem treino, por conta da chuva, que caiu agora no final do dia. Mas, já tenho minha linha formada. Agora é colocar ela na pista e torcer para dar tudo certo”, diz Pedro Quintas, atual terceiro colocado no ranking olímpico. 

O cronograma do dia, no momento, está paralisado, podendo retornar caso as condições melhorem.

O time verde-amarelo será representado por mais de mais de 40 skatistas na competição.

Vale ressaltar que os primeiros colocados do ranking olímpico, do qual alguns brasileiros fazem parte,  já estão garantidos na semifinal de toda a segunda janela da classificação para Tóquio (da qual o Oi STU Open faz parte).

Sobre Letícia Bufoni – nota oficial enviada pela assessoria de imprensa da atleta

A atleta Letícia Bufoni não irá competir o Oi STU Open no Rio de Janeiro essa semana. Ela ainda está se recuperando de uma lesão no pé esquerdo e não vê a hora de voltar para o resto da temporada de 2020 da World Skate / SLS.

Corrida olímpica

A disputa de Park do Oi STU Open abre a segunda janela de classificação olímpica e  valerá como uma etapa do Pro Tour, distribuindo valiosos 60 mil pontos para o primeiro colocado. Já no Street, a etapa somará 40 mil pontos para o campeão, valendo como um Five Stars. 

Festival de cultura urbana

O Oi STU Open é o maior festival de cultura urbana na América Latina. Na programação, shows, oficinas, workshops e arte. Nesta quarta, a programação contará com a abertura do Oi STU Gallery, que trará a exposição do Bruno Big, artista responsável pela identidade visual do evento. Big reunirá telas e posteres na galeria de arte do evento. 

No STU Store, produtos exclusivos STU + Oi STU Open, como bonés, camisas e shapes personalizados. No STU Music, Beach Combers fecha a noite com seu surf music. O trio carioca sobe ao palco às 21h.

 Programação completa no https://www.skatetotalurbe.com.br/oistuopen/programacao/

 

Apresentado pela Oi, que assina o naming rights do evento, o Oi STU OPEN é viabilizado pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. Conta com o apoio da Vans e TNT Energy Drink, parceria do Canal OFF e Grupo Coruja, além do apoio institucional da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Rioeventos e da Riotur. O Oi STU OPEN é homologado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk), Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e World Skate. A idealização e realização são da Rio de Negócios.