5   +   8   =  
A velha guarda do skate de Poá, cidade da Zona Leste de São Paulo, cansou de esperar pelo poder público, descruzou o braço, meteu a mão na massa, e começou a reformar a Pista de Skate do município. O mutirão acontece aos domingos sempre das 9 às 17 horas. Neste domingo, dia 15, vai ter mutirão. O local esteve totalmente abandonado por vários anos pelo poder público e acabou se tornando ponto de usuários de drogas. Skatistas que é bom, nada!

Mas, a realidade da história da pista não foi sempre assim. Inaugurada em 20 de fevereiro de 2000, a Pista Pública de Skate já contou com aulas práticas da modalidade, zeladoria e manutenção, recebeu grandes nomes do skate brasileiro como Fabio Castilho, Denis Silva, Klaus Bohns, Giancarlo Naccarato e até skatistas de fora do Brasil, como a lenda viva do skate mundial Mike Vallely.

Hoje, se encontra em situação de abandono o que motivou o lado Old Schoo da galera do skate de Poá a mudar esta realidade. “A nova geração não demonstrou o mesmo carinho com a pista que os antigos frequentadores tiveram e deu nisso”, comenta Sandro Testinha, presidente da ONG Social Skate, que também faz parte do mutirão.

A ideia de reformar a pista surgiu por meio de um grupo criado nas redes sociais chamado “Os Originais”, formado pelos skatistas da velha-guarda, que atualmente dividem o momento do rolê com seus trabalhos e obrigações com suas famílias.

No mutirão, eles estão realizando a pintura, limpeza, construção de novos obstáculos e uma campanha contra o uso de drogas. Dessa forma o grupo entende e acredita que a pista possa ser um lugar onde crianças e familiares possam voltar a frequentar sem se sentirem inseguros, constrangidos ou que estejam entrando em um lugar abandonado.

“Já que a prefeitura de Poá não destaca nenhum funcionário para zelar pelo espaço nós vamos tomar esta inciativa. Agora, aceitamos que ela se interesse pelo nosso trabalho e quando a gente finalizar ela faça a parte dela que é zelar pelo espaço público. Acho até arriscado a galera do skate tentar impedir usuários de drogas, pois eles podem oferecer algum perigo ao revidarem a abordagem da galera”, desabafa Sandro. A galera está focada neste mutirão em prol do skate de Poá desde o último domingo, dia 8 de março.

Interessados em contribuir com a iniciativa dos skatistas Old School de Poá podem ajudar com dinheiro ou material de construção. É só entrar em contato com a ONG Social Skate por meio de suas redes sociais: Facebook (https://www.facebook.com/ongsocialskate/) ou Instagram (@ongsocialskate).